Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

29/04/2013

Eu me fecho ao desfecho.
Tudo ainda está aberto.
Todas as feridas,
Meu futuro incerto,
O fim das nossas vidas.
O medo de tantas idas
Sem voltas,
Sem permissão.
Minha cabeça ainda roda
Da voltas e voltas
De mãos dadas com a solidão.




                                                                                                    Rogério Queiroz.
28/04/2013

O tempo é cruel,
Amargamente implacável.
Não retrocede ou avança
Conforme é agradável.
Quando a dor atinge
O tempo se arrasta.
E mesmo pra quem finge
É difícil suportar.
Continuar a sorrir
Mentindo estar bem.
Com tantas feridas
Sem cura.
Tanta mágoa e angústia.
A noite escura não ajuda.
Não tenho fé ou força
Para acreditar
Que tudo vai passar.



                                                              Rogério Queiroz.