Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

22/10/2014




Olá, pessoal, tudo bom?
Não, hoje não é sábado, mas temos um poema - um poema literário!




"Todo dia, 
No escuro,
Eu sei o que você está pensando.
em Segredos e mentiras
que É melhor não saber."






Abraços,
Rogério Queiroz.


18/10/2014



Olá, tudo bom?
Olha eu aqui de novo, gente.
Sábado é dia de "Uma dose de poesia"!




Decisões cambaleantes

Rogério Queiroz
21/08/2014



Talvez eu não precise mais de abrigo,
Consolo ou de um colo para chorar. 
De tanto fingir ser forte 
Acho que passei a acreditar.

Agora deixo o mar me levar.
Estou sendo levado pela correnteza.
Às vezes estou submerso
E, às vezes, eu tenho certeza. 

Convicto de decisões cambaleantes
Sigo nadando em frente
Para bem longe do passado
Em busca de algo diferente.

Sinto que vou me afogar
Mas eu não vou parar.
Pois o sol está se pondo...
O sol está perto de me tocar.



***


Abraços,
Rogério Queiroz.


14/10/2014



Título: Garota Exemplar
Autor: Gillian Flynn
Editora Intrínseca
Páginas: 448



No que você está pensando, Amy? (Página 412)

Amy Elliot foi uma criança rica e a inspiração para uma famosa série de livros infantis: “Amy Exemplar” (Ela é praticamente a nossa Mônica da Turma da Mônica). Mas nem tudo são flores, e como a personagem dos livros era exemplar, os pais atormentavam a garota – ou a garota se sentia atormentada –, deve ter sido difícil para ela sempre ter que competir com a perfeição.

Nick Dune não teve uma infância como a de Amy, ele não foi um rapaz rico, teve que enfrentar a separação dos pais e durante toda a sua vida lutou para não se tornar o que eu seu pai era – um tremendo de um cretino que menosprezava as mulheres.

Eles eram perfeitos um para o outro. O casal que não tinha problemas, que tinham uma vida invejável... Viviam e trabalhavam em Nova York, mas a crise de 2009 atingiu a todos e o casal, depois de serem demitidos, teve que se mudar para a cidade natal de Nick, às margens do rio Mississipi. E é aí que os problemas começam.


“Ela era a garota que toda garota queria ser”, diz a voz de Sharon em off. “Linda, brilhante, inspiradora, e muito rica.”

“Ele era o sujeito que todos os homens admiravam...”

“... bonito, engraçado, inteligente e encantador. Mas em cinco de julho, o mundo aparentemente perfeito dos dois desmoronou quando Amy Elliott Dunne desapareceu no dia do quinto aniversário de casamento deles.”

Este é o enredo central do aclamado livro Garota Exemplar, o desaparecimento de Amy. Misteriosamente ela soma e Nick, depois de se comportar de forma estranha, apática e sem demonstrar muita preocupação com o sumiço da esposa, se torna o principal suspeito. Ele se compromete mais ainda quando a polícia descobre que havia sangue na cozinha, depois de usar luminol (ou algum produto parecido), e que a sala havia sido “manipulada” para simular uma briga. Outras provas vão aparecendo e a situação de Nick fica cada vez mais complicada. 

O livro é narrado alternadamente pelos dois personagens principais. Amy narra a sua parte através de um diário, logo, o leitor vai descobrindo como o casal se conheceu, a maneira que o relacionamento se desenvolveu e também os acontecimentos do último ano – coisas não tão legais aconteceram. Na parte do Nick, nós podemos acompanhar a investigação da polícia, e percebemos que o marido esconde algo.

Será que ele tem algum motivo para matar a esposa?



O amor faz você querer ser um homem melhor - certo, certo. Mas talvez amor, amor de verdade, também lhe dê permissão para ser apenas o homem que é. (Página 169)


Ao iniciar a leitura, eu já sabia que um dos dois estava mentindo, e eu pensei: “preciso escolher um lado!”. No entanto, no decorrer dos capítulos eu fui percebendo que não era tão fácil assim e que os dois escondiam grandes segredos.

* * *


Eu passei muito tempo fora do blog por um único motivo, eu não estava lendo como antes, eu não estava conseguindo concluir nenhuma leitura. Acho que posso dizer que Garota Exemplar me resgatou, sabe, porque eu estava precisando de um livro adulto, com uma linguagem menos comedida e com uma trama instigante de verdade. Encontrei tudo isso nesse livro.

Tenho que recomendar fortemente. Acredito que para os leitores de Romances Policiais a trama pode acabar sendo um pouquinho menos surpreendente, mas ainda assim vale muito a pena. A forma que a autora constrói o ambiente de discórdia e vai mostrando que o casamento de Nick e Amy não era tão perfeito assim é muito interessante.

O final não me agradou tanto, porque eu esperava que acontecesse algo que me deixasse sem palavras, mas eu me contento com o livro de uma forma geral.

 Bom, é isso.

Link - Top Comentarista


Abraços,
Rogério Queiroz.


10/10/2014


Olá, pessoal!
Como prometido em  um post passado, acabou a moleza e o blog está novamente com postagens quase diárias.

Hoje vamos conhecer mais um pouco do trabalho da escritora Raquel Pagno na entrevista que ela concedeu ao Uma dose de palavras. 



Uma dose de palavras: Para começar gostaria que falasse um pouco sobre você, sua vida profissional, sua formação e também sobre a sua carreira no mundo literário.

R: Eu sou formada em Administração de Empresas, nunca atuei na área, porém. Sou desenhista técnica, e sempre trabalhei com construção civil. 

Comecei minha carreira como escritora, em Portugal, logo após colocar um dos meus textos (Rubi de Sangue/Legado de Sangue) no site “A Mesa do Editor”, em 2011. Nunca havia imagino publicar, mas quando comecei a receber inúmeras propostas editoriais, decidi arriscar. 

A opção de publicar na Europa e não no Brasil em um primeiro momento, se deu devido aos custos. Em Portugal, não paguei pra publicar.

Depois disso não parei mais. Em 2012, assinei com a editora Corpos a publicação do meu segundo livro: Seablue. Em 2013, publiquei o Herdeiro da Névoa, pela Chiado Editora, além de trazer o “Rubi de Sangue” para o Brasil, em uma autopublicação, pelo Clube dos Autores, sob o título de “Legado de Sangue”.

Este ano, trouxe o Seablue para o Brasil, também em uma publicação independente. Antes do fim de 2014, ainda teremos um novo lançamento, desta vez pela Editora Buriti! O livro intitulado Senhores dos Sonhos, que fala sobre nada mais, nada menos que kitsunes! 


Uma dose de palavras: Em que momento veio a decisão de se tornar uma escritora? Foi uma decisão, ou apenas exteriorizou algo que já nasceu com você?

R: Bom, eu sempre escrevi, desde criança. Quando aprendi a escrever, já comecei a fazer meus próprios livrinhos, mas quanto a publicação, nunca havia me passado pela cabeça.

A oportunidade apareceu e eu agarrei-a. Depois disso, passei a publicar contos em antologias. Com estes, ganhei alguns concursos e recebi alguns prêmios, que me fizeram ver que eu era capaz e que era realmente isso que eu queria pra minha vida. 


Uma dose de palavras: Como surge a ideia para um livro? É algo que surge como uma inspiração rápida, ou você precisa trabalhar a ideia com carinho, calma e afinco para construir um livro?

R: A idéia inicial surge das maneiras mais inusitadas possíveis. Qualquer coisa dá um livro: uma pessoa com determinadas características, um lugar, uma viagem, um acontecimento. A inspiração está em todos os lugares. 

Depois dessa primeira ideia, é necessário muito, mas muito estudo, muitas releituras, revisões, etc. O Herdeiro da Névoa, por exemplo, me custou um ano e meio, só de pesquisa. Eu fiquei satisfeita com o resultado final.


Uma dose de palavras: Eu percebo que muitos autores têm certa dificuldade para escrever o primeiro livro, deve ser difícil mesmo se dedicar a algo tão importante e que gera tantas expectativas. No seu caso o primeiro livro foi mais difícil de escrever do que os que vieram em seguida? Você enfrentou algum problema no processo criativo durante a escrita?

R: Enquanto criança e adolescente nunca encontrei nenhum dificuldade em escrever. Cheguei a ter dezenas de romances prontos, porém acabei me desfazendo dos originais.

Quando recomecei a escrever, meu primeiro livro completo foi Seablue. Não tive nenhuma dificuldade em concluí-lo, pelo contrário. Apesar das pesquisas, pois a parte principal do enredo se dá em um transatlântico, e como eu não entendia nada de navios, precisei ir atrás desse conhecimento. Foi tudo muito prazeroso pra mim. Não me deparei com nenhum tipo de bloqueio durante a escrita deste livro, especificamente.

Já o Herdeiro da Névoa, após o longo período de pesquisa e depois de 70% do primeiro rascunho escrito, tive um “recesso” de três meses, nos quais deixei o personagem sem camisa no inverno parisiense, com um dos pés feridos e sangrando, escondido atrás de uma pedra no meio da mata de madrugada! Rs.

Contudo, eu acho que cada livro se torna mais difícil por determinado ângulo e mais fácil por outro lado. Mais difícil por que, querendo sempre melhorar, acabo partindo em busca de enredos cada vez mais difíceis e de criar personagens mais complexos, e mais fácil por que determinadas técnicas acabaram por se tornar tão habituais que já não é necessário planejar tanto antes de aplicá-las.

Uma dose de palavras: Qual é a sensação de concluir um livro?

R: No primeiro momento a sensação é de dever cumprido. Depois me vem uma angústia, uma saudade dos personagens e a vontade de escrever uma continuação (comigo é uma constante e acontece sempre, ao término de todos os livros). Mas isso tudo só dura até que novos personagens comecem a gritar na minha mente. Daí em diante, tudo começa de novo, sempre como se fosse a primeira vez. 


Uma dose de palavras: No seu livro Herdeiro da Névoa o início é muito misterioso, temos Inácio Vaz narrando a história e ele também não sabe o que está acontecendo. Raquel, você teve alguma dificuldade para estruturar esta trama, para ocultar os segredos? A história já estava bem definida desde o começo ou durante o processo de escrita você também se surpreendeu com o rumo que o livro estava seguindo?

R: Eu sabia de onde partiria e onde queria chegar, o meio foi sempre uma incógnita. O que me deu mais trabalho, nesse caso, foi situar o enredo em Paris (tinha que ser em Paris, isso era uma obrigatoriedade do livro, desde a primeira ideia). Inácio só me surpreendeu por sua ingenuidade, talvez um tanto exagerada. Mas de certa forma, creio que tenha sido benéfico para a trama e para a personalidade que eu quis criar.


Uma dose de palavras: Nesse universo literário é muito difícil um trabalho ser unânime e agradar a todos - leitores e crítica -, na vida é assim também. Como foram/estão sendo as críticas em relação aos seus livros? Recebeu alguma crítica negativa, se sim, como lidou com isso?

R: O Herdeiro da Névoa teve uma grande maioria de críticas positivas. Uma quase unanimidade, eu diria, e por isso eu o considero meu melhor trabalho literário até agora.

Já com o Legado de Sangue, a coisa tem sido bem diferente, percebo que alguns leitores amam e outros detestam. As opiniões são muito controversas e as críticas, claro, estão presentes constantemente.

Não me importo muito com elas, não. Em um primeiro momento analiso o teor da crítica, se há algo ali que possa ser utilizado como aprendizado pra mim. Se assim for, tento aprender a lição. Caso contrário, simplesmente ignoro.

Apesar disso, faço questão absoluta de divulgar tanto resenhas positivas quanto negativas, para ser o mais transparente possível com o leitor, que tem o direito de conhecer os dois lados da moeda.

Desta mesma forma, ocorre com os elogios. De repente percebo que determinado leitor elogiou a obra por puro puxa-saquismo... Infelizmente, não posso levar isso a sério. Elogios, para terem o devido valor, também precisam ser bem fundamentados, no meu ponto de vista.

Quanto ao Seablue, ainda não há muitos leitores aqui no Brasil. Mas a boa notícia é que ele acaba de receber o Prêmio Interarte 2014, na categoria Melhores Romances! Espero que agrade todos os leitores, assim como agradou aos jurados.


Uma dose de palavras: Além dos Romances você também se dedica à escrita de contos, sendo que muitos destes contos já foram premiados. Como foi ter este reconhecimento do seu trabalho e qual a sensação de receber os prêmios? 

R: Ah, é muito bacana. A primeira vez foi uma grande surpresa. Jamais sonhei em receber tanto reconhecimento, especialmente como contista, por que nunca me considerei contista, mas sim romancista. 

O Prêmio Interarte com certeza é o que receberei com maior alegria. É a primeira vez que um dos meus romances é premiado e estou imensamente feliz.


Uma dose de palavras: Quais seus autores preferidos? O seu gosto literário influencia suas tramas?

R: Eu simplesmente amo o Luiz Carlos Zafón. Também sou fã de Anne Rice, Charles Dickens e o brasileiro Décio Gomes, que conheci à pouco tempo, mas que já me conquistou totalmente.

Sim, o gosto literário influencia e muito nas tramas. Não apenas as minhas preferências, mas também a leitura do momento. Tanto que quando estou escrevendo, costumo me privar de ler outros autores.


Uma dose de palavras: Quais as maiores dificuldades enfrentadas por você como autora nacional? Em algum momento pensou em desistir? E o que te motiva a continuar? 

R: A maior dificuldade é conseguir ganhar alguma visibilidade sem ter dinheiro pra investir e sem saber escrever sacanagem (nada contra quem curte ou escreve, mas é o único gênero em que se conseguem leitores, tento pouco ou nenhum talento ou estudando quase nada).

Muitas e muitas vezes pensei em desistir. Cheguei a escrever um e-mail padrão, destinado a todos os parceiros e as entidades literárias que me acolheram. Quando estava prestes a enviar, abri o meu e-mail e me deparei com 70 mensagens de leitores. Foi meu recorde, nunca havia recebido e nem voltei a receber tantos contatos em um único dia. E desse fato renasceu toda a minha força e a vontade de escrever.

Mas mesmo que se eu tivesse desistido de publicar, continuaria escrevendo e guardando manuscritos. Não consigo passar muito tempo longe das letras, isso é um fato.


Uma dose de palavras: Nesses últimos dias, pude acompanhar pelas redes sociais que você está para lançar um novo livro intitulado “Senhores dos Sonhos”. Raquel, que tal adiantar um pouco sobre a sinopse dessa história?

R: Com certeza! Segue a sinopse:

Existe um universo paralelo dentro dos sonhos.

Existem seres capazes de invadir mentes, criaturas mitológicas, perdidas no esquecimento.

Lorena pensava estar enlouquecendo. Todas as noites seu arqui-inimigo Hank Hirano invadia seus sonhos para assombrá-la. Não bastasse ter que suportá-lo nas aulas de Educação Física, o professor ainda o transformara em seu parceiro nas aulas de Biologia, durante todo o trimestre.

Ela não suportaria sua presença, não fosse pelo fato de Hank haver confessado ter sonhos idênticos aos seus. A curiosidade de Lorena, aliada às ótimas notas de Hank em Biologia, eram motivos suficientes para aturá-lo algumas horas por dia.

A procura por respostas levará Lorena a um universo totalmente desconhecido, onde humanos e Kitsunes, as famosas raposas de nove caudas, são ao mesmo tempo aliados, ao criar a perigosa organização dos Senhores dos Sonhos, e inimigos mortais.


Uma dose de palavras: Por fim, gostaria de agradecer a sua disposição de sempre e quero desejar muito sucesso, muita criatividade, muitos outros livros publicados. Muito obrigado! Deixo o espaço para você falar com os leitores do blog sobre o que eles devem esperar de você e dos seus livros.

R: Obrigada!

Também tenho que te agradecer imensamente pela oportunidade de mostrar um pouquinho mais do meu trabalho e da minha vida aqui no blog. 

Aos leitores, peço que não deixem de acompanhar as resenhas e novidades literárias do “Uma Dose de Palavras”, e que também acompanhem a minha coluna “No Meu Mundo...”, no blog “As Leituras da Mila” onde todas as sextas-feiras posto muitas aventuras!

Boas leituras a todos!


* * *


Um forte abraço,
Rogério Queiroz.


08/10/2014



Olá!

Não sei quanto a vocês, mas eu tenho uma fila gigantesca de livros não lidos. É justamente por isso que criei esse post "Livros na fila...", para apresentar ao mundo os livros que eu venho negligenciando (por algum motivo - kkkkk).

* * *

A Esperança - Suzanne Collins (Trilogia Jogos Vorazes)


A Esperança, terceiro e último livro da trilogia Jogos Vorazes, está há quase um ano esperando para ser lido, para vocês terem uma ideia eu li Em Chamas um pouco antes de lançar o filme homônimo (eu sempre quis escrever isso). Prometo, não para vocês, mas para mim mesmo, ler o livro antes de ver o filme que está pertinho de lançar.

Resenha Jogos Vorazes - AQUI
Resenha Em Chamas - AQUI

Seis anos depois - Harlan Coben


Harlan Coben é um dos meus autores preferidos, está no top 5 dos autores preferidos, então eu tenho que ler Seis anos depois que é um livro que está seno aclamado tanto pelo público, quanto pela crítica.

Resenha Confie em mim: AQUI
Resenha O Inocente: AQUI


No escuro - Elizabeth Haynes


No escuro é um daqueles livros que parecem perturbadores, por isso quero ler. Gosto de histórias que retratam problemas psicológicos e como as personagens lidam com isso. 

Hemlock Grove - Brian McGreevy


Com uma capa dessas... Não precisava nem justificar o motivo de Hemlock Grove ser um dos primeiros da fila, mas a trama tem vampiros e lobisomens de verdade (de verdade?) - enfim, eles não brilham.

Perdão, Leonard Peacock - Matthew Quick


Um livro "adolescente", mas que dá um nó na garganta. Perdão... parece um livro triste, bem triste, mas eu só dei uma folheada. Tem como tema principal a decisão de um jovem de se suicidar - pesado, hein?!

* * *

Então, pessoal, esses são alguns dos que estão na fila e eu quero muito ler, parar de comprar novos livros e colocar minhas leituras em dias (quem sabe daqui a uns 5 anos). 



Abraços,
Rogério Queiroz.




06/10/2014


Olá, pessoal!
Tudo bom?




O "[TOP 5] Palavras Aleatórias" é uma coluna semanal que será postada toda segunda-feira. Consiste em uma lista com cinco itens de um tema aleatório que não se restringirá aos livros.


Livros que estouraram!

5. O Código da Vinci - Dan Brown


Livros polêmicos vendem (e vendem muito!), logo, Dan Brown conseguiu se impulsionar no mercado depois de "revelar segredos envolvendo Jesus Cristo" e o seu quarto livro O Código da Vinci se tornou um grande sucesso vendendo muitos e muitos milhões de exemplares e virando filme com o astro Tom Hanks.  

4. Cinquenta tons de cinza - E. L. James


Falando em polêmica... O que seria mais instigante do que  uma moça virgem apaixonada por um rapaz sadomasoquista? Cinquenta tons de cinza tem vendido feito água e pessoas que nunca antes se interessaram pela leitura compraram o livro (ponto!). Ah, e o filme está prestes a sair.

3. A culpa é das estrelas


Não só A culpa é das estrelas, mas todos os livros do autor John Green estão vendendo bem e se tornando grandes best-sellers. ACEDE é provavelmente o maior sucesso de vendas dos últimos tempos entre os jovens.

2. Saga Crepúsculo


Hoje em dia é difícil encontrar os fãs saudosos de crepúsculo, mas há alguns anos a saga era a maior febre entre os adolescentes e os filmes também foram muito bem nas bilheterias pelo mundo. 

1. Série Harry Potter 


Harry Potter! Não preciso nem falar sobre o sucesso de J.K. Rowling, preciso?


***


Obs.: Bom, pessoal, a lista foi elaborada por este blogueiro que vos escreve e qualquer eventual erro é responsabilidade minha. Se algum livro ficou de fora eu só posso sentir muito, mas deixem nos comentários qual outro livro também poderia estar presente na lista.




Abraços,
Rogério Queiroz!


04/10/2014



Olá, pessoal!!!
Agora a coluna "Uma dose de poesia" é semanal, vocês vão ter que aturar meus poemas tristes (risos).
Então vamos lá!




Laços conflitantes
Rogério Queiroz
24/08/2014


O elo não existe mais.
O céu vermelho se esvaiu,
A escuridão brandiu pesada.
Suas mãos sangram tanto
E você insiste em tocar no violão
Músicas tristes para reatar,
Enquanto eu ainda sei
Sempre que eu pensar em você,
Naquela sua última frase,
Meus passos vão retroceder
Para longe desses laços conflitantes,
Para longe dos seus lábios sufocantes,
Para além de onde eu possa ir.
Eu vou chorar
E sufocar meus gritos.
Vou me esforçar para sorrir.


* * *



Abraços,
Rogério Queiroz.




03/10/2014


Olá!

Fazia um tempinho que eu não comprava nenhum livro, então me dei o direito de comprar alguns que eu queria muito ler.


Se eu ficar


Se eu ficar é praticamente o novo "ACEDE", eu vi alguém comentando isso. Quero dizer uma coisa: eu tenho muita dificuldade em ler livros adolescentes, jovens adultos, infanto-juvenis e coisas do tipo. Não tive paciência para terminar A culpa é das estrelas, então, talvez a compra de Se eu ficar tenha sido um pequeno erro (risos), mas eu vou ler e tentar escrever uma resenha legal - vamos ver no que vai dar.

Garota Exemplar


Garota exemplar: este sim é um livro adulto, um conflito adulto, personagens adultos, narrativa adulta. Estou lendo já e fascinado com a escrita sagaz e deliciosa da Gillian Flynn... Esse livro está me corroendo de curiosidade.

O Clube Mefisto


Tess Gerritsen se tornou uma das minhas autoras preferidas e esta série com as personagens Jane Rizzoli e Maura Isles me conquistou fortemente. Estou louco para ler. 

Harry Potter e a Pedra Filosofal


Há um tempo atrás, eu era adolescente ainda (Nossa!!! Como faz tempo - SQN), tentei ler Harry Potter e não tive paciência. O livro era da biblioteca e eu tinha cerca de 7 dia para ler e eu não me senti entusiasmado com a leitura, devolvi o livro e nunca mais quis saber. Resolvi comprar o primeiro livro da série para, quem sabe, ler até o fim e me apaixonar como aconteceu com várias pessoas.

***

Foram esses os últimos livros que comprei e, provavelmente, serão as minhas próximas leituras. Aguardem resenhas (nem sei mais como escrever uma resenha, perdi a prática depois do tempo que fiquei fora - risos - mas eu aprendo rapidinho). 



Abraços,
Rogério Queiroz! 



02/10/2014



Olá, pessoal!
Como vocês estão?

Agora vamos ter uma conversa séria (brincadeira!).

Bom, passei um tempo fora do blog e, de vez em quando, voltava e prometia tentar ficar de vez - sim, eu sou um crápula (risos) -, mas agora é de verdade, agora é pra valer! 

Eu amo meu blog e amo ler, então vou me dedicar para fazer os post sempre e para voltar a ter uma relação agradável (e incrível) com os blogueiros amigos.

* * *

Sobre as novidades. Eu elaborei um planejamento e organizei todas as postagens do mês, além de criar novas colunas semanais.

Resenhas 

O blog está atrelado basicamente às minhas leituras, então, as resenhas serão postadas nas terças-feiras. Não posso garantir que toda terça trarei uma resenha nova, mas vou tentar. 

Uma dose de poesia

É uma coluna que já estava acontecendo no blog e agora está oficialmente na grade de postagens. Todos os sábados vocês poderão acompanhar uma poesia escrita por mim (ou não).

[TOP 05] Palavras Aleatórias

Consiste em uma lista dos cinco melhores de um tema aleatório.

Uma dose de leituras do passado 

Esta postagem acontecerá mensalmente e nada mais é do que o resgate de algum livro que eu li há algum tempo. Vou selecionar um livro e comentar sobre o que eu achei, sobre a história, o autor e os personagens... Vai ser um teste de memória. 

Entrevistas

Adoro entrevistas, sempre que vejo nos outros blogs eu leio e acho interessantíssimo saber mais sobre algum autor. Vou entrevistar autores e porque não alguns blogueiros.

Quotes 

Assim como as resenhas serão semanais, a cada leitura trarei um post com alguns quotes marcantes.

TAG's 

As tags são muito importante para que eu possa falar um pouco sobre mim, para que vocês possam me conhecer melhor. Então, vou me esforçar para responder as tags mais divertidas.  

Lançamentos 

E quem vai querer ficar de fora dos lançamentos do mês das principais editoras?


Caixa de Correio 

É uma coluna tradicional em todos os blogues e sempre que eu comprar algum livro farei um post apresentando para vocês meus "novos filhos".

* * *



Abraços,
Rogério Queiroz.



01/10/2014




Olá, pessoal, como vocês estão?
Vamos a mais um top comentarista.




Prêmio


O participante que comentar todas as postagens do mês de outubro pode levar para casa o livro Seis anos depois do autor Harlan Coben!!!



Vamos às regras


- O participante deve ser seguidor público do blog pelo GFC;
- Deverá comentar nesta postagem com "participando" E informar um e-mail válido (importante);
- Deverá ter endereço de entrega no Brasil;
- O vencedor será aquele que comentar em todas as postagens dentro do período de 01 a 30/10;
- Se houver empate, haverá sorteio dentre todos os empatados;
- O resultado será dado em até 10 dias após o encerramento da promoção e o prêmio ENVIADO em até 30 dias após o envio do endereço pelo ganhador, sendo que este terá o prazo de até 48h para responder ao e-mail de resultado enviado. (O livro será enviado pela Editora Arqueiro);
- As postagens que contam no top comentarista estarão devidamente sinalizadas;
- Qualquer outra dúvida, deverá ser enviada por e-mail ou nos comentários.


OBS.: Só será considerado um comentário por post e como o top é do mês, os comentários devem ser feitos dentro desse mês. Período do dia 01/10/2014 a 30/10/2014. Caso tenha comentário após essa data não será validado. 

OBS2.: Não será validado comentários como "Muito bom.", "Gostei da sua resenha." e coisas desse tipo, pois não é justo com quem comenta tudo direitinho.



Abraços,
Rogério Queiroz!