Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

20/08/2015



Ola! :)

"Diário de leitura..." vai ser a nova coluna do blog em que eu pretendo sempre compartilhar minhas leituras atuais, concluídas ou em andamento, mas sem muita "pressão". A coluna não vai ter um dia específico da semana para ir ao ar e pode acontecer de serem postados vários posts por semana (ou não.). Essa coluna também vai substituir as resenhas, ou pelo menos o modelo de resenha que eu vinha utilizando...  

* * *

Ontem eu terminei A Ira dos Anjos que foi uma releitura. Sidney Sheldon é o meu autor preferido, já li praticamente todos os seus livros e lembro de ter gostado muito de A Ira dos Anjos, mas quando comecei a reler percebi que não lembra muito da história, muitos acontecimentos haviam sido esquecidos e gostei até mais do livro agora do que da primeira vez - favoritei-o no skoob.


Jennifer Parker é uma protagonista apaixonante, ela nos cativa desde o começo quando é colocada sem querer em uma situação desconfortável diante de um julgamento com muita publicidade que envolvia interesses da máfia e interesses políticos. A partir de então ela vê sua carreira de advogada (que nem havia começado) ruir.

Com a impressa a apontando como suspeita e o Promotor Distrital Robert Di Silva querendo sua cabeça, a carreira da jovem advogada idealista se torna cada vê mais difícil. Jennifer corre até mesmo o risco de perder sua licença. E é nesse segundo momento que a mocinha nos conquista de vez, pois mostra que apesar das dificuldades consegue se superar usando sua inteligência e senso de justiça. 

A advogada vai mostrando que é boa de verdade e vencendo todos os seus casos - casos esses que estão sempre arrodeados de publicidade, por serem "polêmicos". - Jennifer se torna um grande nome do Direito Criminal. 

No decorrer da trama Jennifer vai se envolver com dois homens, vai se ver entre o bem e o mal (quase que literalmente). Adam Warner é uma advogado sério e justo que ao longo da trama vai se tornando um homem importante para os Estados Unidos e ele conquista o coração de Jennifer, apesar de terem uma relação conturbada e proibida por diversos fatores. Já Michael Moretti é o avesso de Adam, um dos principais homens da máfia, possui negócios obscuros e vai conseguir se aproximar de Jennifer quando algo terrível acontece.

Não quero falar muito da história, mas tenho que dizer que foram 560 páginas intensas de uma trama que prende realmente a atenção, acho que eu passei a viver aquelas emoções de uma forma muito real. Amei o livro pela segunda vez. 

* * *

Eu sou o tipo de leitor que mistura as leituras (risos). Eu tenho a estranha mania de ler vários livros ao mesmo tempo (vários mesmo!). E ontem também terminei outro livro, o fofo e bonito e triste "Como viver eternamente" do autor Sally Nicholls.


"Como viver eternamente" é muito comovente e vai contar a história de Sam, um menininho de 11 anos que está com câncer, ele adora histórias e fatos fantásticos, e nos informa que antes de o livro terminar ele estará morto. 

Sam decide escrever um livro, ou seja, ele narra a própria "jornada" (é como se fosse um diário). Ele tem um melhor amigo muito engraçado (que também está com câncer) e os dois durante a história vão realizar uma das listas de Sam, coisas para se fazer antes de morrer, como por exemplo ver um fantasma.

É um livro curtinho, cativante, emocionante e fará lágrimas brotarem nos olhinhos de muita gente. Eu não diria que é triste, porque realmente não é, apesar do "cenário" e das condições, Sam encara a vida e a morte com muita leveza. Recomendo demais.

* * *

Por enquanto é isso. Conforme as próximas leituras forem acontecendo, terminando ou não, eu apareço para dar notícias.

Abraços, 
Rogério Queiroz.


Um comentário: